Famotidina Generis

 

O que é e como se utiliza?

A famotidina é um antagonista dos receptores H2 altamente eficaz e de acção duradoura. A Famotidina Generis tem um início de acção rápido e apresenta um elevado grau de especificidade para aqueles receptores da histamina.

Grupo farmacoterapêutico: 6.2.2.2 - Aparelho digestivo. Antiácidos e anti-ulcerosos. Modificadores da secreção gástrica. Antagonistas dos Receptores H2

Indicações terapêuticas
A Famotidina Generis está indicada nas seguintes situações:
- Úlcera duodenal;
- Úlcera gástrica benigna;

  • Situações de hipersecreção gástrica, tais como o sindroma de Zollinger-Ellison;
  • Prevenção das recidivas de úlcera duodenal;
  • Prevenção das recidivas de úlcera gástrica benigna;
  • Alívio sintomático da esofagite de refluxo;
  • Cicatrização das erosões ou ulcerações do esófago associadas à esofagite de refluxo;
  • Prevenção das recidivas dos sintomas e erosões ou ulcerações associadas à esofagite de refluxo.

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Famotidina Generis

  • Se tem alergia (hipersensibilidade) à famotidina ou a qualquer outro componente de Famotidina Generis.

Tome especial cuidado com Famotidina Generis
Deverá prevenir o seu médico nas seguintes situações:

Neoplasia gástrica

Deverá ser excluída a existência de neoplasia gástrica antes de iniciar o tratamento da úlcera gástrica com Famotidina Generis. A resposta sintomática ao tratamento da úlcera gástrica com Famotidina Generis não exclui a presença de neoplasia gástrica.

Insuficiência renal

Uma vez que a famotidina é excretada principalmente pelo rim deverá ser usada com precaução em doentes com insuficiência renal (ver ?Como tomar Famotidina Generis?).

Crianças

Não foram ainda estabelecidas a segurança e eficácia de famotidina em crianças.

Idosos

Não há necessidade de ajustamentos da posologia com base apenas na idade.

Tomar Famotidina Generis com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Não foram identificadas quaisquer interacções de importância clínica. A Famotidina Generis não interage com o sistema enzimática biotransformador de fármacos dependente do citocromo P-450.

Tomar Famotidina Generis com alimentos e bebidas
Os comprimidos de Famotidina Generis destinam-se a ser administrados por via oral.

Estudos com famotidina não demonstraram qualquer aumento dos níveis de álcool no sangue esperados após ingestão de álcool.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Gravidez

Não é recomendada a utilização de Famotidina Generis durante a gravidez e só deverá ser prescrito se for claramente necessário. Antes de decidir a utilização de Famotidina Generis durante a gravidez, o médico deverá pesar os benefícios possíveis contra os riscos potenciais envolvidos.

Aleitamento:

Famotidina Generis é detectável no leite humano. As mães que amamentam deverão suspender este medicamento ou deixar de amamentar.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Famotidina Generis não afecta a capacidade de conduzir veículos e de utilizar máquinas.

pelo seu médico que tem Informações importantes sobre alguns componentes de Famotidina Generis Este medicamento contém lactose. Se foi informado intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

Como é utilizado?

Tomar Famotidina Generis sempre de acordo com as indicações do seu médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Posologia e modo de administração
Úlcera duodenal

Terapêutica inicial

A dose recomendada de Famotidina Generis é de um comprimido de 40 mg por dia, tomado à noite. O tratamento deverá ser mantido durante 4 a 8 semanas mas a sua duração pode ser encurtada se a endoscopia revelar cicatrização completa da úlcera. Na maioria dos casos de úlcera duodenal, a cicatrização ocorre dentro das primeiras 4 semanas deste esquema. Nos doentes em que as úlceras não tenham cicatrizado completamente após 4 semanas, o tratamento deverá ser continuado por mais 4 semanas.

Terapêutica de manutenção

Para a prevenção de recidivas da ulceração duodenal, é recomendado que o tratamento seja continuado com Famotidina Generis, na dose diária de um comprimido de 20 mg à noite.

Úlcera gástrica benigna

Terapêutica inicial

A dose recomendada é de um comprimido diário de 40 mg tomado à noite. O tratamento deverá ser mantido por 4-8 semanas mas a sua duração pode ser encurtada se a endoscopia revelar cicatrização da úlcera.

Terapêutica de manutenção

A dose recomendada para a prevenção da recorrência de úlcera gástrica benigna é de um comprimido de 20 mg, tomado à noite, e que pode ser administrado por um período até um ano.

Síndroma de Zollinger-Ellinson
Doentes sem prévia terapêutica anti-secretória deverão iniciar Famotidina Generis na dose de 20 mg de 6 em 6 horas. A posologia deverá ser reajustada e individualizada de acordo com as necessidades do doente e mantida pelo tempo clinicamente indicado. Têm sido utilizadas doses diárias até 800 mg por períodos até um ano, sem

desencadear efeitos adversos significativos ou taquifilaxia. Doentes que tenham estado a tomar outro antagonista H2podem ser imediatamente transferidos para Famotidina Generis numa dose inicial mais elevada que a recomendada para novos casos; esta dose inicial dependerá da severidade da situação e da última dose requerida para o antagonista H2 previamente utilizado.

Esofagite de Refluxo

Terapêutica inicial

A posologia recomendada para alívio sintomático da esofagite de refluxo é de 20 mg de famotidina duas vezes por dia.
No tratamento da erosão ou ulceração do esófago associadas à esofagite de refluxo, a posologia recomendada é de 40 mg de famotidina duas vezes por dia.

Terapêutica de Manutenção

A posologia recomendada para a prevenção da recorrência dos sintomas e erosões ou ulcerações associadas à esofagite de refluxo é de 20 mg de famotidina duas vezes por dia.

Ajustamentos de posologia em doentes com insuficiência renal grave
Em doentes com insuficiência renal grave (depuração da creatinina inferior a 10 ml/min), a posologia da Famotidina Generis deverá ser reduzida para 20 mg tomados à noite (ver ?Tome especial cuidado com Famotidina Generis?).

Duração do tratamento
O seu médico indicar-lhe-á a duração do seu tratamento com Famotidina Generis Generis. Não suspenda o tratamento antes, uma vez que o tratamento poderá não ser eficaz. Dependo da sua resposta ao tratamento, o seu médico poderá ajustar a sua dose.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Famotidina Generis é demasiado forte ou demasiado fraca.

Se tomar mais Famotidina Generis do que deveria
Se tomar acidentalmente demasiados comprimidos de Famotidina Generis, ou se outra pessoa ou criança tomar o seu medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico. Até ao momento não existe experiência de sobredosagem.
Doentes com síndroma de ZoIlinger-EIlison toleraram doses até 800 mg por dia, durante mais de um ano, sem desenvolvimento de efeitos colaterais significativos.
Dever-se-ão empregar os métodos usuais de remoção do produto não absorvido do tracto gastrointestinal, proceder-se a vigilância clínica e a tratamento de suporte.

Caso se tenha esquecido de tomar Famotidina Generis
Tente tomar diariamente este medicamento conforme indicado pelo seu médico. No entanto, se se esqueceu de tomar uma dose, deverá tomá-la assim que se lembrar. Não tome uma toma a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como os demais medicamentos, Famotidina Generis pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Foi demonstrado que a Famotidina Generis é geralmente bem tolerada. Foram referidas raramente cefaleias (dor de cabeça), tonturas, obstipação e diarreia. Foram relatados ainda menos frequentemente outros efeitos colaterais, como sejam: secura da boca, náusea e/ou vómito, desconforto abdominal ou distensão, anorexia, fadiga, exantema (manifestação cutânea característica de uma doença infecciosa ou contagiosa), prurido (comichão) e urticária (erupção cutânea), anomalias nas enzimas hepáticas, icterícia colestática, anafilase (reacção alérgica), angioedema, artralgia (dor nas articulações), cãibras musculares, perturbações psíquicas reversíveis, incluindo depressão, ansiedade, agitação, confusão e alucinações.
Foi relatada, embora raramente, necrose epidérmica tóxica com os antagonistas dos receptores H2.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não necessita de precauções especiais de conservação.
Não utilize Famotidina Generis após expirar o prazo de validade indicado na caixa.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente