Zurcal 40 mg

 

O que é e como se utiliza?

Zurcal 40 mg é um ?inibidor da bomba de protões selectivo?, que reduz a quantidade de ácido produzida no seu estômago. É utilizado para o tratamento de doenças relacionadas com ácido do estômago e intestino.

Zurcal 40 mg é utilizado para tratamento de:

Adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 12 anos

  • Esofagite de refluxo: Uma inflamação do seu esófago (o ?tubo? que liga a garganta aoestômago) acompanhada de regurgitação ácida do estômago.

Adultos:

  • Infecção por uma bactéria denominada Helicobacter pylori em doentes com úlcerasduodenais e gástricas em associação com dois antibióticos (terapêutica de erradicação). O objectivo é eliminar a bactéria e reduzir a probabilidade de úlceras recorrentes.

- Úlcera duodenal e gástrica.

  • Síndrome de Zollinger-Ellison e outras situações que provoquem produção de ácido em excesso no estômago.

O que se deve tomar em consideração antes de utilizá-lo?

Não tome Zurcal 40 mg

  • se tem alergia (hipersensibilidade) ao pantoprazol, óleo de soja ou a qualquer outro componente de Zurcal 40 mg (ver secção 6).
  • se é alérgico a medicamentos contendo outros inibidores da bomba de protões.

Tome especial cuidado com Zurcal 40 mg

  • se tiver problemas hepáticos graves. Informe o seu médico se já tiver tido problemas com o seu fígado. O seu médico irá controlar os seus enzimas hepáticos com maior frequência, especialmente se estiver a efectuar um tratamento prolongado. No caso de ocorrer um aumento nas enzimas hepáticas, o tratamento deve ser interrompido.
  • se tiver reservas corporais reduzidas ou factores de risco para a redução de vitamina B12 e receber tratamento prolongado com pantoprazol. Tal como com todos os agentes de redução de ácido, pantoprazol pode originar uma redução da absorção de vitamina B12.
  • se está a tomar um medicamento contendo atazanavir (para o tratamento da infecção pelo VIH) simultaneamente a pantoprazol, consulte o seu médico para um aconselhamento específico.

Informe de imediato o seu médico, se constatar algum dos seguintes sintomas:

  • perda de peso involuntária
  • vómitos repetidos
  • dificuldade em engolir
  • vómitos com sangue
  • ar pálido e sensação de fraqueza (anemia)
  • sangue nas fezes
  • diarreia grave e/ou persistente, uma vez que o Zurcal 40 mg foi associado a umpequeno aumento da diarreia infecciosa.

O seu médico pode decidir que talvez necessite de realizar alguns exames para excluir a possibilidade de doença maligna, porque o pantoprazol também alivia os sintomas de cancro, e pode atrasar o diagnóstico. Se os sintomas persistirem apesar do tratamento, devem ser consideradas investigações adicionais.

Se tomar Zurcal 40 mg em tratamento prolongado (superior a 1 ano), o seu médico irá provavelmente mantê-lo sob vigilância regular. Deve comunicar quaisquer sintomas e circunstâncias novas e excepcionais quando visitar o seu médico.

Ao tomar Zurcal 40 mg com outros medicamentos

Zurcal 40 mg pode influenciar a eficácia de outros medicamentos. Assim, informe o seu médico se estiver a tomar:
Medicamentos como o cetoconazol, itraconazol ou posaconazol (utilizados no tratamento de infecções fúngicas), ou erlotinib (utilizado em certos tipos de cancro), porque o Zurcal 40 mg pode suspender a acção destes e de outros medicamentos ou impedir que estes actuem adequadamente,
Varfarina e fenprocoumon, que afectam a espessura do sangue. Pode necessitar de análises ao sangue adicionais.
Atazanavir (utilizado para o tratamento da infecção pelo VIH).

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Gravidez e aleitamento
A experiência clínica em mulheres grávidas é limitada. Foi comunicado que pantoprazol é excretado no leite humano. Se estiver grávida, ou pensa que pode estar grávida, ou se estiver a amamentar, deve usar este medicamento apenas se o seu médico considerar que os benefícios para si são superiores aos potenciais riscos para o feto ou para o seu bebé.
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não conduza nem utilize quaisquer ferramentas ou máquinas se sentir efeitos secundários como tonturas/vertigens ou visão afectada.

Informações importantes sobre alguns componentes de Zurcal 40 mg
Zurcal 40 mg contém óleo de soja. Se for alérgico ao amendoim ou à soja, não tome este medicamento.

Como é utilizado?

Tomar Zurcal 40 mg sempre de acordo com as indicações do médico. Deve consultar o seu médico ou farmacêutico se tiver alguma dúvida.

Quando e como deve tomar Zurcal 40 mg?
Tome os comprimidos 1 horas antes da refeição, sem mastigar ou partir, e engula o comprimido inteiro com um pouco de água.

Salvo outra indicação do médico, a dose habitual é:

Adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 12 anos:

No tratamento da esofagite de refluxo

A dose habitual é de um comprimido por dia. O seu médico pode aumentar a dose para 2 comprimidos por dia. É necessário um período de tratamento entre 4 e 8 semanas para a cura da eventual esofagite de refluxo. O seu médico deve informá-lo durante quanto tempo deve continuar a tomar o medicamento.

Adultos:

No tratamento da infecção pela bactéria Helicobacter pylori em doentes com úlceras duodenais e gástricas, em associação com dois antibióticos (terapêutica de erradicação) Um comprimido duas vezes ao dia, em associação com dois comprimidos de um dos antibióticos amoxicilina, claritromicina e metronidazol (ou tinidazol), cada um para ser tomado duas vezes ao dia com o comprimido de pantoprazol. Tome o primeiro comprimido de pantoprazol 1 hora antes do pequeno-almoço e o segundo comprimido 1 hora antes da sua refeição da noite. Siga as instruções do seu médico e certifique-se que lê o folheto informativo dos antibióticos. O período de tratamento habitual é de uma a duas semanas.

Para o tratamento da úlcera gástrica e duodenal
A dose habitual é um comprimido por dia. Depois de consultar o seu médico, a dose pode duplicar. O seu médico deve informá-lo durante quanto tempo deve continuar a tomar o medicamento. O período de tratamento para a úlcera gástrica é habitualmente 4 a 8 semanas. O período de tratamento para a úlcera duodenal é habitualmente 2 a 4 semanas.

Para o tratamento de manutenção da síndrome de Zollinger-Ellison e outras situações com produção de ácido em excesso no estômago.
A dose inicial recomendada é dois comprimidos por dia.
Tome dois comprimidos por dia 1 hora antes da refeição. Posteriormente, o seu médico pode ajustar a dose, dependendo da quantidade de ácido produzida no estômago. Se forem prescritos mais que dois comprimidos por dia, os comprimidos devem ser tomados em duas vezes ao dia.
Se o seu médico prescrever uma dose diária superior a quatro comprimidos ao dia, será informado do momento exacto em que deve parar de tomar este medicamento.

Populações especiais de doentes:

  • Se sofre de problemas nos rins ou problemas moderados a graves no fígado, não devetomar Zurcal 40 mg na erradicação da Helicobater pylori.
  • Se sofre de problemas graves no fígado, não deve tomar mais do que um comprimidode 20 mg por dia (para este efeito estão disponíveis comprimidos que contém 20 mg de pantoprazol).
  • Crianças com idade inferior a 12 anos. Estes comprimidos não estão recomendadospara crianças com idade inferior a 12 anos.

Se tomar mais Zurcal 40 mg do que deveria
Informe de imediato o seu médico ou farmacêutico. Não existem sintomas conhecidos de sobredosagem.

Caso se tenha esquecido de tomar Zurcal 40 mg
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Tome a sua próxima dose normal, no dia seguinte, à hora habitual.

Se parar de tomar Zurcal 40 mg
Não pare de tomar estes comprimidos sem primeiro falar com o seu médico ou farmacêutico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Quais são os possíveis efeitos secundários?

Como todos os medicamentos, Zurcal 40 mg pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

A frequência dos efeitos secundários é classificada da seguinte forma:
muito frequentes (afectam mais de 1 utilizador em 10)
frequentes (afectam entre 1 e 10 utilizadores em 100)
pouco frequentes (afectam entre 1 e 10 utilizadores em 1000)
raros (afectam entre 1 e 10 utilizadores em 10 000)
muito raros (afectam menos de 1 utilizador em 10 000)
desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis).

Se apresentar alguns dos seguintes efeitos secundários, pare de tomar este medicamento e informe de imediato o seu médico, ou contacte as Urgências do hospital mais próximo:

  • Reacções alérgicas graves (frequência rara): inchaço da língua e/ou garganta,dificuldade ao engolir, erupção da pele com comichão, dificuldade em respirar, inchaço alérgico da face (edema de Quincke / angioedema), tonturas graves com batimento cardíaco extremamente rápido e sudação intensa.
  • Reacções cutâneas graves (frequência desconhecida): empolamento da pele (formaçãode bolhas) e rápida deterioração do seu estado geral de saúde, erosão (incluindo ligeiro sangramento)dos olhos, nariz, boca/lábios ou órgãos genitais (Síndrome Stevens-Johnson, Síndrome de Lyell, Eritema multiforme) e sensibilidade à luz.
  • Outras reacções graves (frequência desconhecida): amarelecimento da pele e da partebranca dos olhos (lesões graves das células do fígado, icterícia), ou febre, erupção

cutânea, e algumas vezes aumento dos rins com dor ao urinar e dor na zona inferior das costas (inflamação grave dos rins).

Outros efeitos secundários são:
-Efeitos secundários pouco frequentes (afectam entre 1 e 10 utilizadores em 1000) dores de cabeça; tonturas; diarreia; sensação de mal-estar, vómitos; inchaço e libertação de gases com mais frequência; prisão de ventre; boca seca; dor e desconforto abdominal; lesão (reacção) na pele, exantema, erupção cutânea; comichão; sensação de fraqueza, exaustão ou mal-estar geral; distúrbios do sono;

  • Efeitos secundários raros (afectam entre 1 e 10 utilizadores em 10 000) distúrbios da visão, como visão turva; erupção da pele com comichão; dor nas articulações; dores musculares; alterações de peso; aumento da temperatura corporal; inchaço das extremidades (inchaço periférico); reacções alérgicas; depressão; aumento do peito nos homens.
  • Efeitos secundários muito raros (afectam menos de 1 utilizador em 10 000) desorientação.
  • Efeitos secundários desconhecidos (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis) Alucinações, confusão (especialmente em doentes com um historial destes sintomas); diminuição do nível de sódio no sangue.

Outros efeitos secundários identificados nos testes sanguíneos:

  • Efeitos secundários pouco frequentes (afectam entre 1 e 10 utilizadores em 1000)aumento dos enzimas hepáticos
  • Efeitos secundários raros (afectam entre 1 e 10 utilizadores em 10 000)aumento da bilirrubina; aumento de gordura no sangue
  • Efeitos secundários muito raros (afectam menos de 1 utilizador em 10 000)redução do número de plaquetas sanguíneas, que pode causar mais hemorragias (sangramento) ou mais nódoas negras do que o normal; redução do número de glóbulos brancos, que pode levar a infecções mais frequentes.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Como deve ser guardado?

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize Zurcal 40 mg após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, no frasco e no blister, após VAL. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Este medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.